Com a crescente de tendências, como a do anywhere office, termo que define o modelo de trabalho no qual o colaborador exerce sua função de qualquer lugar, surgem novos desafios. No padrão tradicional corporativo, é possível demonstrar pessoalmente a dedicação, empenho e evolução, mas a verdade é que, mesmo a distância, os gestores seguem analisando a energia e motivação dos funcionários.

É fundamental estabelecer uma rotina diária para executar as atividades e definir algumas pausas ao longo do dia. Dessa forma, é possível ter mais clareza em relação às suas prioridades e tarefas. Sendo assim, tente planejar sua semana e horários com antecedência e documente o andamento.

As redes sociais e o ambiente de casa podem se tornar grandes vilãs e sabotar sua produtividade. Então, procure ficar longe do celular, se o aparelho não for utilizado para o trabalho, para melhorar o foco, e deixe a seu alcance todos os materiais que precisar. Alguns métodos de concentração como técnica pomodoro e regra dos cinco minutos podem ser eficazes e turbinar seu desempenho. Além disso, tente estipular horários específicos para checar as redes sociais.

A conexão humana também é um fator primordial para o bem-estar e produtividade. Portanto, esteja presente nos encontros virtuais, que visam aproximar os colaboradores da empresa. É importante destacar que os papos não precisam, necessariamente, estar atrelados ao trabalho.

Além da rotina, é importante elencar pequenas metas alcançáveis, pois conforme são cumpridas, geram a sensação de vitória e garantem que a motivação continue em dia. Cumprir uma atividade ou superar um desafio ativa a área de compensação do cérebro e impulsiona o desenvolvimento profissional.

Trabalho remoto: Como ser visto no home office

Por Cristiano Soares, country manager da Deel. Acumula mais de doze anos de experiência em vendas e marketing e já esteve à frente de empresas nacionais e multinacionais em setores de beleza e bem-estar, mídia online e saúde. Responsável por fundar e liderar o desenvolvimento de plataformas de serviços online focadas nos setores de moda (e-commerce) e beleza (marketplace) é co-fundador e ex-CEO da startup Vaniday, marketplace de beleza que levantou R$ 55 milhões do fundo Rocket Internet para expansão global, na qual, sob sua gestão chegou em sete, países e quatro continentes. Toda sua bagagem profissional o permite enfrentar e aprender sobre as burocracias legais, trabalhistas e monetárias ao redor do mundo.